25/11/2013

Crônica: Dreams x Reality



 A cada dia surgem novos imprevistos e o ciclo vital reinicia, acordamos com pensamentos diferentes, que ao longo de todas as jornadas modificam-se. Os mares de sonhos, por exemplo, são deixados de lado, e a incerteza vira à tona.
 Hoje o que para mim parece belo, amanhã, poderá não ser. Pois a cada segundo, inicia-se um tempo, então percebo que a revolução chega ao fim, mostrando-me verdadeiros objetivos que me fazem vencer, e a luta parece não ser a mesma. Todavia, são constantes modificações que alteram o giro do planeta.
 Os anos passam, e percebemos que as aspirações que obtemos, nem sequer saem daquela folhinha de papel, com pensamentos do tipo: “que dezembro traga-me felicidade...”, então enxergamos a realidade e por mais dura que seja, aceitamos, sem questionar, ou buscar algo melhor, apenas nos calamos!
 E o mesmo vale para mim, quando se trata de sonhos, vejo-me perdida. Olhando para os quatros cantos, em busca de uma resposta que possa iluminar-me.
Desejo viajar, conhecer a natureza que em mim existe, desejo recomeçar, desejo sentir-se realizada, feliz., desejo pelo menos, um minuto, deixar de ser tão confusa...
 “Ah, mas quanta bobeira...!” No final de tudo, o filme queima e o que resta são apenas ações inexploradas, que se tornaram inusitadas e capazes de não deixar nada acontecer, porque por sua culpa, você não correu e modificou o universo.  Aceitou, e mais uma vez, se calou.


 Olhando aquele viveiro, percebi que necessito voar. Voar para um caminho que não me deixe tropeçar. 

10 comentários:

  1. Adorei o texto! Me identifiquei demais com esta parte “Ah, mas quanta bobeira...!” No final de tudo, o filme queima e o que resta são apenas ações inexploradas, que se tornaram inusitadas e capazes de não deixar nada acontecer, po rque por sua culpa, você não correu e modificou o universo. Aceitou, e mais uma vez, se calou. ♥

    Parabéns, você escreve bem!
    http://privadomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, mas como você mesma sabe, me inspiro em você! Adorei te conhecer cada dia mais Keu :* Lindafofa.

      Excluir
  2. É raro quando nao me identifico em textos como esse..agente cria varias expectativas ao longo da vida,as vezes agente decide lutar por elas,mas as vzes so esperamos que aconteça...dai vem a frustaçao,e agente ao menos se questiona ..mas a vontade continua ali,acesa *-*
    blog-cherrie.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha se identificado Larissa, o texto é da nossa colabora Gabrielle e o que ela conta é o que realmente acontece, não é mesmo? Como dizem, a esperança é a última que morre, rs
      Obrigada pela visita!

      Excluir
    2. Ah, realmente passo por isso o tempo todo. Penso que nunca vamos ser totalmente confiantes, sempre seremos confusos! Beijos e obrigada também pela visita. :*

      Excluir
  3. A cada dia surgem novos imprevistos e o ciclo vital reinicia! Apaixonante *-*

    http://escritoraentre4paredes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que é a vida né? Ás vezes alguns imprevistos mudam tudo, de forma boa ou ruim, mas estamos em constante mudanças ^-^

      Excluir
    2. Ah, obrigada pelo carinho fofa <3
      Vocês leitores são cada dia mais apaixonantes.

      Excluir
  4. Amei seu blog,estou super seguindo!
    Te convido a conhecer e seguir o meu blog de volta.
    http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/
    Beijoos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Ana *-*
      Seguindo também, parabéns pelo blog!

      Excluir